Tagged soho

0

Pix Pintxos, bar com inspiração basca

Na primeira vez que fui ao Pix Pintxos ele era apenas um bar escondido em uma ruazinha de pouco movimento no Soho. Era verão e a galera tomava seus pints na rua, enquanto esperava a mesa no diminuto salão que não chega a 40 lugares. Demorei uns meses para escrever sobre ele e pimba: o Pintxo já se multiplicou em 5 filiais, todas localizadas em áreas de grande movimento noturno: Soho, Covent Garden, Notting Hill e Angel. A ideia do Pintxo não é nova, pelo contrario: o conceito é típico

Yauatcha: o irmão mais novo do Hakkasan

Todo viajante minimamente antenado já ouviu falar do Hakkasan, o primeiro restaurante chinês a ganhar uma estrela Michelin. O que muita gente não sabe é que o dono do Hakkasan, Alan Yau, está por trás de grande parte dos restaurantes asiáticos de Londres, cada um com seu perfil (e público alvo). São parte do seu portfólio o onipresente Wagamama, o badalado Busaba Eathai (um dos primeiros que recomendei aqui no blog) e o econômico Cha Cha Moon. Alguns anos depois de abrir o Hakkasan,

Govinda’s: restaurante vegetariano e templo hindú em pleno Soho

Aqui em Londres não é preciso recorrer ao fast-food e aos sanduíches para se comer barato. Sabendo onde ir, dá até para fazer um pit stop saudável e zen, mesmo estando no centrão. O Govinda’s é um ótimo exemplo desses achados. Restaurante indiano vegetariano e bem simples, com mesas compartilhadas, atende o templo hindú que fica no andar de cima. O Govinda’s fica em Soho street, uma ruazinha entre Oxford Street e Soho Square, bem ao lado da boite gay Edge – representando no melhor estilo

O restaurante mais high-tech de Londres

O Inamo é uma experiência gastronômica única. É um daqueles restaurantes que só poderia estar em Londres (ou no máximo em Nova Iorque ou Berlim). Cada mesa é como o desktop de um computador, que o cliente comanda com um mouse virtual. O menu é projetado no “desktop” de cada comensal e os pratos e bebidas são pedidos por cliques nas opções desejadas. O garçom só aparece para trazer o pedido e a conta. Ah! Também da para escolher a estampa da “toalha” da mesa! A comida é “pan-asiática-fusion”

Os melhores clubes de jazz de Londres

Os amantes do jazz estão extremamente bem servidos aqui em Londres. Para mim a melhor pedida seja pela qualidade da música ou pela experiência é o Club 606 em Chelsea. O acesso não é dos mais fáceis, pois o 606 não é perto de nenhum metrô. Mas com um pouco de planejamento é perfeitamente possível chegar lá. O Club 606 fica no porão de um armazém numa ruazinha escura perto do rio Tâmisa. Para entrar, deve-se tocar o interfone e descer um lance de escadas. Lá embaixo, as paredes

Da série ‘So em Londres’: festa wireless

Estou alguns dias sem computador e este é meu primeiro post do celular. Espero que funcione. Nao sei se tem algum leitor procurando o que fazer em Londres este fim de semana de feriado, mas esse programa é tao genial que achei por bem registrar: uma festa ao ar livre em pleno Soho, onde cada um sintoniza seu ‘smartphone’ no site com o som da festa, via wifi gratis, e sai dançando! So em Londres mesmo! Assim a festa pode rolar até altas oras que nenhum vizinho vai reclamar 🙂 e deve ser engraçado

Segredos de Londres: multiplicando o amor por Londres desde 2011