Tate Modern: meu museu preferido em Londres

Este post faz parte da blogagem coletiva da #MuseumWeek*: blogueiros da RBBV escrevendo sobre seus museus favoritos em várias partes do mundo.

Amante da arte que sou, a visita à Tate Modern foi um dos pontos altos da minha primeira viagem a Londres em 2005. Me aproximar do prédio imponente – a carcaça de uma usina termelétrica desativada -, visitar a exposição permanente do acervo de arte moderna, curtir a vista do terraço, descobrir presentes bacanas na lojinha…

foi um programaço. Não podia imaginar que pouco mais de um ano depois eu estaria me mudando para a cidade, e poderia visitá-lo quando quisesse. 🙂

Tate Modern vista da Millenium Bridge

A chegada no prédio imponente, vindo da Millenium Bridge

Desde então a Tate Modern é meu museu preferido em Londres. Mais que isso: a considero um dos passeios mais legais para se fazer na cidade, mesmo na primeira visita. Lá vi obras de alguns dos meus artistas favoritos, e de outros que passaram a ser. Como foi o amor à primeira vista com o Boccioni futurista. O mais legal é que é tudo gratuito. Sorte minha. Sempre que estou por ali ou vou a uma exposição temporária, passo para dar um alô para obras emblemáticas do século XX como o penico de Duchamp, o telefone-lagosta de Dalí e Whaam, exemplar pop-art de Lichtenstein.

Eu gosto tanto da Tate que até já fui membro de lá. Eu doava um valor anual que ajudava o museu a pagar suas contas e adquirir novas obras. E como contrapartida eu podia entrar nas exposições temporárias gratuitamente quantas vezes quisesse, tinha desconto na lojinha e acesso ao members room, uma espécie de sala vip com aquele vistão incrível e um bar privado. Muitos museus na Inglaterra têm esse esquema, seria legal se existisse no Brasil também.

Mesmo sem ser sócio dá para curtir o vistão. Basta ir ao terraço do 4o andar, ou subir até o restaurante no último andar para uma vista da cidade de tirar o fôlego.

Vista da Tate Modern

Vistão do terraço

Há alguns anos foi inaugurada a área The Tanks, que eram os reservatórios de óleo combustível (lembre que a Tate era uma usina) e hoje é um espaço para performances, que acontecem com cada vez com frequência. Verifique no site da Tate se vai estar acontecendo alguma quando você visitar.

Por que visitar

A Tate é uma aula de arte moderna e contemporânea, com alguns dos melhores exemplares de cada movimento artístico do século XX. E as lojinhas no térreo e no subsolo são garantia de ótimos presentes, para amigos e você mesmo. 😉 E a entrada é absolutamente gratuita (há caixas para doação opcional na entrada, mas pode-se entrar livremente).

 

Como chegar

O que muita gente faz (inclusive eu antes de descobrir minha rota preferida) é ir de metrô até Southwark com a Jubilee Line e andar até o museu. Não curto esse caminho pois é fácil se perder pelas ruelas de Southwark.

Minha rota preferida é por St. Paul’s, como contei em um dos primeiros posts do blog: vá de metrô (Central Line) até essa estação. Aproveite para dar um alô para a catedral. Dê a volta na catedral, atravesse Cannon St e você já estará na rota para a Millenium Bridge, a ponte construída no ano 2000. A partir daí é um mar de cenas hiper-fotogênicas a 360 graus: de um lado St. Paul’s, do outro a Tate, e nas laterais o majestoso rio Tâmisa e seu skyline.

Catedral de St Paul vista da Millenium Bridge

St Paul fica mais fotogenica quando fotografada da Millenium Bridge

Vista da Millenium Bridge

Da Millenium Bridge se vê Tower Bridge e o Shard, maior arranha-céu da Europa

Outra boa opção é acabar na Tate Modern um super passeio por Southbankvindo de Westminster ou Waterloo.

*#MuseumWeek é uma tuitagem coletiva de museus de todo o mundo que está acontecendo esta semana para promover seu trabalho e incentivar a visitação. Hoje é o ultimo dia e os blogueiros da RBBV aderiram à ideia com uma blogagem coletiva sobre o museu preferido de cada um.

Conheça os outros blogs e museus que estão participando da blogagem coletiva da #MuseumWeek:

Europa

Londres | London, Sô! – Museus mais visitados de Londres (e gratuitos!)

Espanha, Barcelona | Sol de Barcelona – Museu de Historia de Barcelona

França, Paris | O que Vi do Mundo – Museu Carnavalet

França, Amboise | Direto de Paris – Castelo de Amboise

Itália, várias | Brasil na Itália – MAV, Museo Egizio di Torino, Muse, MAXXI

Itália, Florença | Passeios na Toscana – 3 museus em Florença

Áustria, Viena | Cantinho de Ná – Museu de Historia Natural

Croácia, Zagreb | Viaje com Pedro – Museum of Broken Relationships

Berlim, Alemanha | A Fragata Surprise – vários

Américas

Brasil, São Francisco do Sul | Vida de Turista – Museu do Mar

Brasil, Rio de Janeiro | Coleção – Museu Nacional de Belas Artes

Brasil, Sao Paulo | Gosto e Pronto – MASP

Canadá, Vancouver | Outside Brazil – Museum of Anthropology

Colômbia, Bogotá | Felipe, o Pequeno Viajante – Museu Botero

EUA, Washington DC | Já Fomos – Museu de História Natural

EUA, Miami | Café Viagem – Winwood Walls (museu ao ar livre)

Brasil e mundo | Do RS para o mundo – vários

 

Saiba mais sobre a #MuseumWeek e os museus participantes no site do Twitter.

As obras de arte reproduzidas neste post respeitam as normas de reprodução do site da Tate.

Você também vai gostar de ler estes posts:


Tagged:


About

Multiplicando o amor por Londres desde 2011


'Tate Modern: meu museu preferido em Londres' have 26 comments

  1. 30/03/2014 @ 1:32 pm Meus 3 museus preferidos em Florença, fora da rota turística – #MuseumWeek | Passeios Na Toscana

    […] Segredos de Londres – Sol de Barcelona – Guia London & Kids – O que vi do mundo – Brasil na itália – Fragata […]

    Reply

  2. 30/03/2014 @ 4:12 pm Cristina Rosa

    Adoreiii! Este museu é o máximo. Adoro tudo que está la dentro! E ainda por cima é grátis. Nao poderia ser melhor.

    Reply

    • 31/03/2014 @ 9:52 am Deb

      Oi Cristina,
      Concordo plenamente 🙂 não à toa é um dos meus programas preferidos!
      Beijo
      Deb

      Reply

  3. 30/03/2014 @ 5:23 pm Cynara

    Ai que saudade… fizemos exatamente como você mencionou, visitamos a St Paul e fomos andando pela Millenium Bridge.

    Reply

    • 31/03/2014 @ 9:53 am Deb

      🙂
      Demais, né?

      Reply

  4. 30/03/2014 @ 6:03 pm Museu Carnavalet: o preferido – blogagem coletiva | O que vi do mundo

    […] de Londres – Tate Modern – […]

    Reply

  5. 30/03/2014 @ 6:13 pm silvia

    E um otimo programa!

    Reply

  6. 31/03/2014 @ 8:06 am Blogagem Coletiva: Museum Week | Gosto e ProntoGosto e Pronto

    […] 1.  Deb – Segredos de Londres – Tate Modern, Londres -www.segredosdelondres.com.br/2014/tate-modern-meu-museu-preferido-em-londres […]

    Reply

  7. 01/04/2014 @ 8:57 am Museu de História de Barcelona - Blogagem coletiva - SoldeBarcelona

    […] Blog Segredos de Londres […]

    Reply

  8. 02/04/2014 @ 1:39 am cacaiani

    Adorei…já está anotado para o meu roteiro de Londres.
    Bj

    Reply

    • 02/04/2014 @ 2:14 pm Deb

      🙂
      Que bom que você curtiu.
      beijo,
      Deb

      Reply

  9. 02/04/2014 @ 2:22 pm Deyse Ribeiro

    Ola Deb, morei em Londres 3 meses durante um intercambio, em 2003. Adorava o Tate Modern, e na ultima vez que fui a Londres, visitei novamente com meu marido e almoçamos no restaurante no alto do tate, foi otimo! Adoro as exposições! abs

    Reply

    • 02/04/2014 @ 3:07 pm Deb

      Oi Deyse,
      Obrigada pela visita!
      Nunca comi no restaurante lá de cima, bom saber que você gostou.
      Não conheço os museus de Florença que você postou, fiquei morrendo de curiosidade.
      Abraço,
      Deb

      Reply

  10. 02/04/2014 @ 5:38 pm Barbara

    Oi Deb, tudo bem?

    Em primeiro lugar, parabéns pela lista bem organizada dos blogueiros que participam da Blogagem Coletiva. Sugiro inclusive que vire a lista oficial porque não dá para entender nada daquela do grupo da RBBV, em algumas falta o link, enfim… espero ter acertado dessa vez! 🙂

    Bacana ler sua dica sobre a Tate Modern, quase me arrependo por não ter visitado na primeira e única vez que estive em Londres. Bem, mas mais cedo ou mais tarde vou remediar isso também.

    Um abraço para você e até a próxima,

    Barbara

    Reply

    • 02/04/2014 @ 6:14 pm Deb

      Oi Barbara,
      Obrigada pela visita!
      A lista no grupo ficou enrolada mesmo… vou ver se atualizo o arquivo com a lista final.
      E sim, a Tate Modern merece a sua visita da próxima vez!
      Abraço,
      Deb

      Reply

  11. 04/04/2014 @ 9:14 am Cantinho de Ná » Museu de História Natural de Viena – Magnífico

    […] Segredos de Londres  – Tate Modern […]

    Reply

  12. 05/04/2014 @ 6:00 pm Museu Nacional do Mar - São Francisco do Sul - SC - Histórias do mar!

    […] Londres | Segredos de Londres – Tate Modern: meu museu preferido em Londres […]

    Reply

  13. 07/04/2014 @ 8:08 am 4 museus italianos que fiquei com vontade de conhecer depois da #MuseumWeek | BRASIL NA ITALIA

    […] Londres | Segredos de Londres – Tate Modern: meu museu preferido em Londres […]

    Reply

  14. 09/04/2014 @ 6:51 pm Castelo de Amboise – Onde o Renascimento desembarcou na França | Direto de Paris

    […] Felipe, o Pequeno Viajante Já Fomos O que vi do mundo Coleção Gosto e Pronto Outside Brazil Segredos de Londres Café Viagem Do RS para o […]

    Reply

  15. 10/04/2014 @ 12:52 pm Museus Mais Visitados de Londres (e gratuitos!) | London, sô!

    […] – Segredos de Londres – Tate Modern, Londres […]

    Reply

  16. 01/04/2015 @ 3:38 pm Museus em Londres: National Gallery - Segredos de Londres

    […] A Tate Modern é o meu museu preferido, mas a National Gallery é absolutamente imperdível. É daqueles museus que eu posso entrar de manhã e só sair arrastada pelo segurança na hora que está fechando. Primeiro porque, como você já vai ter imaginado, ele é gigante. Segundo, porque ele dá um panorama completo da evolução da arte desde os seus primórdios, quando a arte se resumia à arte sacra. Os artistas que estão lá são alguns maiores mestres da história da arte: de pré-renascentistas italianos, como meu amado Da Vinci, Ticiano, Rafael e Michelangelo, passando pelos mestres holandeses Rembrandt, Vermeer e Van Dyck, aos também amados do século XIX Van Gogh, Matisse, Gauguin. Estão lá também os grandes pintores ingleses como Turner e Constable. […]

    Reply

  17. 06/05/2015 @ 3:59 pm Mapa de Londres com roteiro de um dia - Segredos de Londres

    […] a caminhada pela margem sul do rio Tâmisa, você chegará à Tate Modern, meu museu preferido em Londres. Se não der tempo para visitá-lo, suba pelo menos à cafeteria […]

    Reply

  18. 04/08/2015 @ 12:27 pm Museus Mais Visitados de Londres (e gratuitos!) - London, sô! : London, sô!

    […] – Segredos de Londres – Tate Modern, Londres […]

    Reply

  19. 26/08/2015 @ 6:04 pm O que fazer em Londres - Segredos de Londres

    […] os melhores museus de Londres de arte e design para mim são: Tate Modern (arte contemporânea), National Gallery (arte até 1900), V&A (Victoria and Albert, de arte […]

    Reply

  20. 19/09/2015 @ 7:14 pm Outside Brazil » Museum of Anthropology (MOA)

    […] Londres: Segredos de Lonfres – Tate Modern […]

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Segredos de Londres: multiplicando o amor por Londres desde 2011