Entrada principal da Tate Britain

A boa da Semana: festa no museu em Londres

Nesta sexta feira acontece a última festa no museu Tate Britain do ano, a Late at Tate. Quem acompanha o blog sabe que eu adoro festas em museus. Lembro com carinho das primeiras que fui em Nova York lá por 2001, com amigos locais. Acho que são uma experiência fantástica, além de ser um programa 3 em 1: você aproveita melhor o dia (as festas acontecem em um horário no qual o museu estaria fechado), visita um museu em uma situação inusitada e ainda curte uma noitada diferente.

Espere música, bebida (costumam instalar bares dentro do museu!), performances e atividades culturais variadas, como palestras e projeções de filmes. As festas costumam ser temáticas e relacionadas com uma exposição atual do museu. Sempre se aprende alguma coisa, e a diversão é garantida! Veja a programação desta sexta.

Festa no museu em Londres

Foto: Rain Rabbit (Creative Commons)

Além de tudo isso, a festa é uma boa desculpa para conhecer um excelente museu em Londres que possivelmente não estaria na sua lista (a Tate Britain é deixada de lado, injustiçadamente, por muita gente). Aberta em 1897, a Tate Britain foi a primeira Tate (a Tate Modern só abriu mais de 100 anos depois, em 2000), e é 100% dedicada à arte britânica. Tem uma enorme concentração de obras Turner, Constable e Hogarth, os grandes pintores ingleses do século XVIII, mas também de artistas contemporâneos como Francis Bacon, Henry Moore e Tracey Emin.

O museu é a sede do Turner Prize, o maior prêmio de arte contemporânea do Reino Unido, expondo as obras dos candidatos finalistas todos os anos. Os de 2014, incluindo o vencedor Duncan Campbell, estão expostos até 4 de janeiro de 2015. A entrada do museu é gratuita, mas a exposição do Turner Prize custa £11, assim como outras temporárias, e fica aberta durante a festa Late at Tate.

Quem perder a festa mas visitar a Tate Britain até 25 de janeiro pegará a exposição do artista Dinamarquês-Islandês Olafur Eliasson, que dialoga com as obras de Turner através do estudo das cores usadas pelo artista (gratuita).

Dica bônus

Quer mais um motivo para ir ao museu? Ele fica à beira do rio Tâmisa. Você pode combinar a visita com um passeio por uma parte diferente da margem do rio.

Informações

Tate Britain: Millbank. Metrô Pimlico. Veja como chegar. Entrada gratuita.

A Late at Tate acontece na primeira sexta-feira do mês a cada 2 meses.



About

Multiplicando o amor por Londres desde 2011


'A boa da Semana: festa no museu em Londres' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Segredos de Londres: multiplicando o amor por Londres desde 2011